Desembargador do TRF-SP morre em acidente na via Dutra

Técnico judiciário que dirigia o carro sofreu fratura exposta em ambas as pernas e segue internado

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

25 de julho de 2008 | 04h38

O desembargador Jediael Galvão Miranda, 45 anos, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3ª Região, seção São Paulo, morreu por volta das 22 horas desta quinta-feira, 24, em um acidente ocorrido na altura do quilômetro 225 da pista expressa sentido SP-RJ da Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, na Grande São Paulo.   O veículo ocupado por Miranda, um Santana com placas oficiais, era conduzido pelo técnico judiciário Sérgio Liberman, de 52 anos, que sofreu fratura exposta em ambas as pernas e foi encaminhado ao Hospital Geral de Guarulhos. O desembargador morreu no local.   O Santana bateu na traseira de um caminhão-baú Mercedes Benz, modelo 1513, que, por problemas mecânicos, parou na faixa da esquerda. O caminhoneiro, Manoel Leobino dos Santos, de 40 anos, saiu ileso. Por causa do acidente, a pista da Dutra ficou bloqueada parcialmente por cerca de duas horas. O caso foi registrado no 02º Distrito Policial de Guarulhos, de Vila Galvão.   Ayrton Senna   Uma pessoa morreu e três ficaram gravemente feridas, por volta da 0h30 desta sexta-feira, 25, num acidente na altura do quilômetro 19 da pista sentido interior-capital da Ayrton Senna, também em Guarulhos, no trecho próximo da saída da SP-070, que dá acesso ao aeroporto.   Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o motorista de uma perua Kombi perdeu o controle da direção e bateu o veículo no guardrail central. O veículo voltou para o meio da pista e foi atingido violentamente por um Fiat Pálio. Três dos feridos foram levados ao HGG e outro para o pronto-socorro municipal da Vila Maria, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
acidentetrânsitoRodovia Dutra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.