Desabamento de muro deixa operário ferido em Pirituba

Sindicato da categoria anuncia paralisação para chamar atenção por condições mais seguras no trabalho

Fabiana Marchezi e Priscila Trindade, Central de Notícias,

16 de julho de 2009 | 12h54

Um operário ficou ferido na manhã desta quinta-feira, 16, após o desabamento do muro de uma obra na Rua Professor Malta Machado, em Pirituba, zona oeste de São Paulo.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, que enviou três equipes ao local, o muro caiu por volta das 10 horas e a vítima foi resgatada com ferimentos leves. Os bombeiros não souberam informar para qual hospital o trabalhador será encaminhado.

 

Greve

 

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil de São Paulo (Sintracon) anunciou na última sexta-feira, 10, uma greve geral de 24 horas a partir do próximo dia 20 para reivindicar maior segurança no trabalho.

 

O presidente do sindicato, Antonio de Sousa Ramalho, afirma que o objetivo da paralisação é evitar casos como o de Diego Costa Moreira, de 19 anos, que morreu no último dia 9, após uma laje cair sobre a sua cabeça enquanto trabalhava no Depósito Zona Sul. Segundo a assessoria do sindicato, Moreira foi a nona vítima deste ano em obras na capital paulista.

 

A partir das 10 horas, mais de 10 mil trabalhadores sairão em passeata pelas ruas do centro da cidade até a Rua Martins Fontes, onde será entregue uma pauta reivindicatória ao ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, e ao superintendente Regional do Trabalho, José Roberto de Melo.

Mais conteúdo sobre:
operário feridodesabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.