Dersa culpa concessionária pela falta de luz

A Dersa afirma que estão iluminados 39 quilômetros da Marginal do Tietê, nos dois sentidos (a extensão total é de 23 km em cada). A empresa ligada ao governo do Estado informa que colocou todos os postes conforme o cronograma inicial e que a culpa pelo atraso é da concessionária de energia, AES Eletropaulo.

Renato Machado, O Estado de S.Paulo

24 Fevereiro 2011 | 00h00

O governo do Estado afirma que a concessionária chegou a ser notificada extrajudicialmente no último dia 14, por causa da falta de iluminação na Marginal do Tietê, Avenida Jacu-Pêssego e no Trecho Sul do Rodoanel.

"As instalações de responsabilidade da Dersa foram feitas dentro do cronograma, exceto as que se encontram nas proximidades da ponte estaiada - que dependem da conclusão da obra", explicou a empresa. "Trechos onde as luminárias ainda não foram acesas devem-se ao não atendimento pela concessionária de energia elétrica."

A Dersa também atribui alguns "apagões" a atos de vandalismo e roubos de cabo. A empresa ressalta que um dos trechos apagados é de responsabilidade da concessionária Autoban. A empresa responsável pelas Rodovias Anhanguera e Bandeirantes informou que já havia detectado os problemas em suas áreas e que os consertos serão feitos nos próximos dias.

A AES Eletropaulo foi procurada no fim da tarde de ontem, mas informou que não teria tempo hábil para levantar as informações e se pronunciar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.