Depois de 41 dias, deve chover hoje

Frente fria traz também queda de temperatura

JULIANA DEODORO, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2012 | 03h05

Depois de 41 dias sem chuva e dos recordes de baixa umidade registrados na semana passada, São Paulo deve voltar a ter chuvas hoje e amanhã graças à passagem de uma frente fria. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ontem a capital paulista registrou 58% de umidade relativa do ar. A Defesa Civil aponta que o nível ideal deve ser em torno de 60%. Com a chuva, as temperaturas devem cair.

A meteorologista do Inmet Neide Oliveira explica que a massa de ar seco que estava estacionada sobre o Estado enfraqueceu e permitiu que um sistema de ar frio vindo do oceano trouxesse mais umidade. "Como a massa de ar por trás desse sistema está muito forte, ela conseguiu influenciar todo o Estado, especialmente a capital."

A umidade trouxe também queda nos termômetros. A previsão da Climatempo é que a máxima fique em 23ºC hoje e 21ºC amanhã. Na semana passada, a média na capital foi de 27ºC.

As temperaturas amenas trazidas por essa frente fria não devem, no entanto, permanecer até o fim da semana. Segundo Neide Oliveira, na quinta-feira a massa de ar já volta para o oceano. "Na quinta a temperatura sobe para 24ºC e, no dia seguinte, para 28ºC. A umidade diminui, mas não vamos chegar no estado crítico da semana passada."

Doenças. A mudança no tempo também provoca problemas de saúde, especialmente para as pessoas alérgicas e que têm rinite e bronquite. O publicitário Bruno Roque, de 21 anos, já começou a sentir dores de cabeça, e na região do nariz, além de dificuldades para respirar. Ele diz que sempre há um tempo de adaptação quando o tempo muda, mas garante que a situação é pior quando o clima está seco. "Ando com a nécessaire cheia de remédios. Levo até para a balada, porque sempre preciso do soro para o nariz ou da bombinha de asma."

O vice-diretor da Academia Brasileira de Rinologia, José Eduardo Dolci, diz que há algumas recomendações para pacientes que sofrem de doenças alérgicas, como evitar usar roupas de frio guardadas há muito tempo e lavar o nariz com soro fisiológico. "Brincamos que podemos fazer um carimbo para as receitas nessa época do ano porque elas são muito parecidas."

Com o objetivo de alertar a população para a importância de tratar doenças do sistema respiratório, a Academia realiza, na sexta e no sábado, a campanha "Respire pelo nariz e viva melhor", no Shopping SP Market, zona sul.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.