Demora de entrega de licenças também prejudica obras

O tempo de elaboração de projetos e liberação de licenças também atrasa as obras no Brasil. O Ipea constatou que somente a licença de instalação - apenas uma das três exigidas pelo Ibama antes de se iniciar uma obra - leva em média 38 meses para sair. Quando isso é somado aos 12 meses de elaboração do projeto, 6 meses para a licitação e mais 36 meses para a execução das obras, qualquer intervenção nos aeroportos brasileiros não demora menos que sete anos para ficar pronta.

Nataly Costa, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2011 | 00h00

Interrupções necessárias a pedido do Tribunal de Contas da União (TCU) por constatação de superfaturamento ou sobrepreço também são comuns. Foi o caso do Aeroporto de Vitória (ES), um dos mais deficitários do País, que teve obras iniciadas em 2005 e interrompidas em 2008 por irregularidades no consórcio. Com a necessidade de publicação de um novo edital, as obras não devem ser retomadas antes de 2012. O aeroporto recebe hoje 2,6 milhões de passageiros por ano, apesar de ter capacidade para apenas um quinto disso (560 mil).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.