Delegados acusados de abuso ao revistar escrivã são afastados da Corregedoria

A Secretaria da Segurança Pública determinou ontem o afastamento dos delegados Eduardo Henrique de Carvalho Filho e Gustavo Henrique Gonçalves da Corregedoria da Polícia Civil. Os dois são acusados de abuso de autoridade durante operação em 2009, quando despiram uma então escrivã de polícia.

, O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2011 | 00h00

Foi aberto processo administrativo também contra outros dois delegados. A revista ocorreu no 25.º DP, em Parelheiros. A escrivã teria cobrado R$ 200 de um suspeito para liberá-lo. Ao ser surpreendida, escondeu o dinheiro na calcinha. A revista foi filmada. Em 2010, ela foi demitida e responde a processo criminal. Ela nega o crime. O Ministério Público vai apurar se houve abuso. Ontem, o governador Geraldo Alckmin disse que, apesar de a Justiça não ter constatado anormalidade na ação, determinou revisão do caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.