Delegado tomará providências sobre denúncias, diz Marzagão

Secretário também falou sobre as medidas adotadas após a descoberta do esquema ilegal de venda de CNHs

da Redação, estadao.com.br

12 de junho de 2008 | 13h49

O secretário de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, comentou na manhã desta quinta-feira, 12, a investigação feita pelo Ministério Público Estadual (MPE) contra o diretor do Departamento Estadual de Narcóticos (Denarc), delegado Everardo Tanganelli Júnior, por suspeita de enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro.  VEJA TAMBÉMJustiça decreta prisão de 20 da máfia do DetranChefe do Denarc está na mira do MP de São Paulo Escândalos que atingiram a polícia no último ano  "Eu soube pela imprensa hoje (quinta-feira). O delegado-geral tomará providências de instauração de procedimento preliminar e pedirá ao Ministério Público que faça a gentileza de também nos encaminhar essas denúncias e não apenas à imprensa", afirmou Marzagão, durante audiência do início da Operação Saturação da Polícia Militar (PM), na zona leste da capital paulista.  O secretário também falou sobre as medidas adotadas após a descoberta do esquema ilegal de venda de carteiras de habilitação. "Nós não temos a menor preocupação em cortar na própria carne. Essa sempre foi a nossa linha de conduta. E todos aqueles que estiverem envolvidos serão punidos, sejam na Justiça, seja administrativamente".

Tudo o que sabemos sobre:
polícia sob suspeitamáfia do Detran

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.