Delegado do RJ é preso no interior de São Paulo por manter 4 em cárcere privado

O delegado Célio Eduardo Erthal Rocha, de 37 anos, foi preso em flagrante na segunda-feira em Palmital, a 421 km da capital. Ele e outros quatro homens - entre eles um colombiano e um espanhol - são acusados de manter quatro funcionários de uma destilaria de álcool incomunicáveis das 23h30 de domingo até a manhã de segunda. O grupo só foi liberado quando outros funcionários chegaram e avisaram a PM.

O Estado de S.Paulo

29 Novembro 2012 | 23h49

Os cinco acusados pagaram fiança e já foram liberados, mas devem responder por cárcere privado.

Rocha, que seria transferido para a 82.ª DP de Maricá (RJ) , disse que ajudava amigos, sócios da destilaria, a fiscalizar a venda de cachaça. Mas, segundo o delegado titular de Palmital, Marcelo Armstrong Nunes, o grupo tentava receber R$ 1 milhão da venda da usina para um grupo espanhol ou tomar posse da empresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.