Delegado do Rio é exonerado após criticar colegas de trabalho pelo Twitter

O delegado Pedro Paulo Pontes Pinho foi exonerado da delegacia do Catete (9ª DP), na zona sul do Rio de Janeiro, após usar o microblog Twitter para criticar o serviço público e a produtividade de colegas de trabalho, sobretudo mulheres. Ele completaria dois anos no cargo em fevereiro. As declarações, publicadas na tarde de segunda-feira, levaram a cúpula da Polícia Civil a exonerá-lo do cargo no fim da noite. O ato foi oficializado ontem. Por sua vez, o delegado disse que suas críticas não foram dirigidas a todas as servidoras mulheres, mas a apenas uma que havia faltado ao plantão. "Tenho 14 mulheres no meu efetivo, mas apenas uma reúne talento e disposição pra encarar a atividade policial", escreveu.

O Estado de S.Paulo

23 Janeiro 2013 | 02h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.