Delegado cobrava para liberar produto pirata

Cinco policiais e o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial - delegacia antipirataria - foram presos ontem no Recife. Eles cobravam propina para liberar mercadoria apreendida e eram investigados havia 1 ano, quando a polícia recebeu denúncia de um comerciante. Nas casas dos policiais havia dinheiro em moeda estrangeira e inquéritos que deveriam estar na delegacia.

O Estado de S.Paulo

15 Março 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.