Delegacia investiga abandono de três crianças no interior de SP

Prima dos pais deve responder inquérito por maus-tratos, já que os menores estavam sob sua resposabilidade

Brás Henrique, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2008 | 17h56

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Catanduva está investigando um caso de maus-tratos contra três irmãos - de 5, 7 e 11 anos - que ocorreu na noite de domingo, 10, no Jardim Imperial, periferia da cidade. As crianças foram encontradas na rua por integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), após denúncia de vizinhos à Polícia Militar (PM). Veja também:Tudo que foi publicado sobre abandono de crianças   A prima dos pais deverá responder o inquérito por maus-tratos. Os pais foram pescar e os três filhos ficaram sob os cuidados da prima da mãe. Sem informações de quando o casal voltaria, a mulher teria colocado as crianças para fora de casa. O Conselho Tutelar acompanha o caso e as crianças, que ficaram uma noite num abrigo, voltaram a morar com os pais. A delegada Márcia Cecília de Castro Corrêa Sanches, disse que nenhuma criança sofreu ferimentos e que testemunhas e os familiares serão ouvidos. As duas crianças menores já foram ouvidas. A de 11 anos deverá ser ouvida em breve. Foi o choro dessa criança que chamou a atenção de vizinhos. Segundo o presidente do Conselho Tutelar, Raphael Meneguesso Ferreira, o boletim de ocorrência teria sido registrado como abandono de incapazes, contra a prima da mãe das crianças. "A família está sendo assistida pelo Conselho Tutelar e esperamos que isso não volte a ocorrer", disse Ferreira. A delegada Maria Cecília citou que houve "desleixo" por parte da prima da mãe das crianças, mas não um crime por parte dos pais. Não existe prazo para o final da investigação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.