Delegacia contra crime organizado é lacrada

Dois dias depois de deflagrada a Operação Guilhotina, que prendeu policiais do Rio acusados de corrupção, a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) lacrou ontem o arquivo cartorário da Delegacia de Combate ao Crime Organizado (Draco). A ação foi determinada pelo chefe da Polícia Civil, Allan Turnowski, que, na sexta-feira, foi chamado pela Polícia Federal para depôr sobre as acusações de corrupção.

, O Estado de S.Paulo

14 Fevereiro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.