Divulgação/Deic
Divulgação/Deic

Deic prende líder de quadrilha que fez arrastão em condomínio do Morumbi

Wesley Alves Ferreira, o Bebezão, foi detido em Paraisópolis nesta segunda-feira, 26; ao menos 20 casas foram invadidas no crime

Felipe Resk, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2018 | 17h08

SÃO PAULO - Policiais do Departamento de Investigações Criminais (Deic) prenderam na manhã desta segunta-feira, 26, Wesley Alves Ferreira, o Bebezão, que é suspeito de liderar a quadrilha responsável por invadir um condomínio residencial na região do Morumbi, na  zona sul de São Paulo. O arrastão aconteceu no dia 16.  Na ocasião, cerca de 15 criminosos se passaram por policiais civis para assaltar ao menos 20 casas.

Para traçar o perfil de possíveis autores do crime, policiais da 4ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo a Condomínio) cruzaram informações fornecidas pelas vítimas com suspeitos que já apresentavam histórico desse tipo de ataque. O levantamento apontou a participação de Bebezão. "Os moradores fizeram o reconhecimento", afirmou o delegado titular Fabiano Barbeiro, em nota divulgada pelo Deic.

Na manhã desta segunda, investigadores receberam informação de que o suspeito poderia se deslocar e conseguiram detê-lo em Paraisópolis, favela da zona sul da capital. No momento, Bebezão dirigia um Chevrolet Prisma. Aos policiais, o suspeito indicou uma espécie de oficina, também localizada na comuniadde, onde foram encontrados um fuzil .556 e outros dois simulacros da arma, além de uma pistola 9 mm, um revólver e "miguelitos", pregos retorcidos usados para furar pneus de viaturas.

Na oficina, os investigadores acharam, ainda, um Volkswagen Voyage, equipado com sirene e luminoso, possivelmente usado para se disfarçar de policial, além de um Volkswagen UP e de , um Kia Soul, que seriam utilizados em deslocamentos da quadrilha, segundo as investigações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.