Deic divulga novas imagens do roubo na Estação Pinacoteca

Duas gravuras de Picasso, um quadro do Di Cavalcanti e um guache de Lasar Segall foram levados do museu

Da redação,

15 de junho de 2008 | 16h13

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) divulgou neste domingo, 15, novas cenas do roubo de três telas e uma gravura da Estação Pinacoteca na última quinta-feira, 12. As quatro obras são avaliadas em R$ 1 milhão. São elas: Mulheres na Janela (1929), óleo sobre cartão de Di Cavalcanti; O Pintor e seu Modelo (1963), gravura de Pablo Picasso; Minotauro, Bebedouro e Mulheres (1933), outra gravura de Picasso; e Casal (1919), guache sobre cartão de Lasar Segall. Assista ao vídeo do roubo. Arte: estadao.com.br As imagens do trio foram gravadas pelo circuito interno do museu e analisadas pela Polícia Civil na quinta-feira. Dois retratos falados dos suspeitos foram divulgados. Um deles é mulato, e tem 1,70 m e aparenta 25 anos. O outro é negro, de 1,60 m.  Veja também:Galeria com as telas roubadas pelo mundo  Vídeo com os momentos do roubo Há seis meses bandidos levaram obras do Masp Bandidos aproveitaram excursão escolar para levar obrasMasp divulga nota de solidariedadePinacoteca exibe obras da Fundação Nemirovsky50 anos sem Lasar Segall, um lituano no Brasil As mesmas pessoas tinham sido filmadas na semana passada observando as obras da Estação Pinacoteca, antigo prédio do Departamento de Ordem Polícia e Social (Dops), órgão da Ditadura Militar. O local fica a poucos quarteirões do Quartel General da PM, do Palácio da Polícia Civil e da base da Rota.

Tudo o que sabemos sobre:
Roubo no museuEstação Pinacoteca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.