Deic apreende produtos que seriam de Law King Chong

No depósito foram recolhidos 200 mil artigos, entre bolsas, tênis, óculos e equipamentos de informática

Elvis Pereira, do estadao.com.br,

03 de dezembro de 2007 | 16h05

O Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) descobriu na madrugada desta segunda-feira, 3, um depósito de mercadorias piratas no Center Brás, na região central de São Paulo, que guardaria mercadorias do empresário Law King Chong. No local foram recolhidos 200 mil artigos, entre bolsas, tênis, óculos e equipamentos de informática. O armazém, que fica na Rua da Alfândega, é considerado pela polícia como um dos principais da cidade e abasteceria lojas da região da Rua 25 de Março.   De acordo com o delegado da Delegacia de Propriedade Imaterial, do Deic, Gilmar Bessa, suspeita-se ainda que os produtos apreendidos pertençam ao empresário chinês naturalizado brasileiro Law King Chong, apontado pela Polícia Federal (PF) como o maior contrabandista do País. Ele foi preso no último dia 14 de novembro. Segundo o Deic, diversas pessoas estão prestando esclarecimentos sobre a propriedade das cargas apreendidas.

Tudo o que sabemos sobre:
Law King ChongpiratariaBrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.