Defesa entregará pedido de habeas-corpus à tarde

Os defensores do pai e da madrasta da Isabella acreditam que não há base para a prisão preventiva

Rodrigo Brancatelli, O Estado de S. Paulo

08 de maio de 2008 | 12h03

Os advogados de Alexandre Alves Nardoni, de 29 anos, e Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá, de 24, prometem protocolar no fim da tarde desta quinta-feira, 8, o pedido de habeas-corpus do casal na sede do Tribunal de Justiça de São Paulo, região central. Os defensores acreditam que não há base para a prisão preventiva, decretada pelo juiz Maurício Fossen, do 2º Tribunal do Júri.  VEJA TAMBÉMImagens da prisão de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá Leia a conclusão da Justiça sobre o inquérito policialFotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella   Durante a manhã desta quinta-feira, os três advogados que compõem a defesa redigiam os últimos detalhes do documento, que reafirmará a inocência do casal e a disposição de ambos em ajudar no processo. A defesa também irá alegar que a "comoção social" citada pelo promotor Francisco Cembranelli e pelo juiz Maurício Fossen não justifica o pedido de prisão. Se o Tribunal de Justiça não conceder novamente liberdade ao casal, Alexandre Nardoni e Anna Carolina podem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.