Defesa do casal Nardoni diz já ter laudos periciais em mãos

Advogado disse que o avô e a tia de Isabella vão esclarecer 'coisas importantes' no depoimento desta tarde

Carolina Freitas, Agência Estado

23 de abril de 2008 | 15h21

Os advogados Rogério Neres de Sousa e Ricardo Martins, que defendem o casal Alexandre Alves Nardoni e Anna Carolina Jatobá, disseram que já têm em mãos cópias dos laudos periciais, anexados ao processo na terça-feira, 22. Porém, disseram os advogados, a defesa ainda não teve tempo de estudar os documentos. Os dois chegaram na tarde desta quarta-feira, 23, ao 9º Distrito Policial (DP), na zona norte de São Paulo, para acompanhar os depoimentos do tributarista Antônio Nardoni e de Cristiane Nardoni, avô e tia da menina Isabella Nardoni. "Eles esclarecerão coisas importantes para a investigação", afirmou Neres de Sousa.   Veja também: Depoimentos de avô e tia de Isabella são adiados novamente Avô de Isabella diz que polícia ignora provas importantes Fotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella  Neres informou que a representação à Corregedoria da Polícia Civil, na qual reclamarão de supostas irregularidades na condução das investigações, ainda esta sendo preparada. Na segunda-feira, a defesa informou que daria entrada na reclamação no dia seguinte.   Neres de Sousa também negou que a defesa tenha orientado os depoimentos de Alexandre e Anna Carolina, feitos na sexta-feira no 9º DP. "Os depoimentos foram espontâneos", disse.   O subsíndico do edifício London, na Vila Isolina Mazzei, zona norte de São Paulo, de onde Isabella foi jogada, conversou durante 20 minutos com a delegada assistente Renata Pontes sobre a data e horário da reconstituição do crime, que deve acontecer no próximo domingo, 27.

Tudo o que sabemos sobre:
caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.