Defesa de goleiro pede antecedentes de Eliza

CASO BRUNO

, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2010 | 00h00

A defesa do goleiro Bruno Fernandes quer que a Justiça anexe a folha de antecedentes criminais de Eliza Samudio ao processo contra o jogador por sequestro, cárcere privado e ameaça. O Ministério Público contestou o pedido. Para o promotor Eduardo Paes, Eliza não é o alvo da ação. "Ela é vítima e deve ser tratada como tal." Já para o advogado Ércio Quaresma, o documento mostraria que a vítima não era "uma pessoa idônea". A Justiça ainda vai se manifestar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.