Defesa Civil interdita prédio de dez andares após rompimento de coluna

Risco de desabamento de parte da estrutura é iminente, segundo coordenador técnico do órgão

Zuleide de Barros, Especial para o Estado

05 Dezembro 2013 | 15h00

SANTOS - A Defesa Civil de Santos interditou na manhã desta quinta-feira, 5, um prédio de dez pavimentos localizado na Avenida dos Bancários, no bairro da Ponta da Praia, após o rompimento de uma coluna. Todos os moradores dos 45 apartamentos tiveram de deixar seus imóveis às pressas, depois de ouvirem um estrondo, por volta das 11 horas. A trepidação assustou os condôminos. De acordo com o coordenador técnico da Defesa Civil, Ernesto Tabuchi, o risco de desabamento de parte da estrutura é iminente, já que uma coluna de sustentação externa do edifício se rompeu.

Além do prédio, os imóveis vizinhos também foram interditados. A previsão dos técnicos da Defesa Civil e dos bombeiros é que provavelmente até a noite os prédios da vizinhança sejam liberados, enquanto o edifício que teve a coluna de sustentação rompida deverá permanecer interditado até que o problema seja sanado. O prédio interditado passava por reformas na fachada e o rompimento da coluna foi observado quando um pedreiro realizava a troca de pastilha por um novo revestimento.

Mais conteúdo sobre:
Santos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.