Defesa Civil faz vistoria em imóveis que desabaram na zona sul

Três imóveis que desabaram na Rua Póvoa do Varzim, no Capão Redondo, zona sul da capital; outros cinco imóveis da vizinhança foram interditados por correr risco de desabar

Tiago Dantas, O Estado de S. Paulo

10 Janeiro 2013 | 11h22

SÃO PAULO - A Defesa Civil está fazendo, na manhã desta quinta-feira, 10, uma vistoria em três imóveis que desabaram na Rua Póvoa do Varzim, no Capão Redondo, zona sul da capital, na noite de quarta. Ainda não se sabe o que provocou o acidente. Uma galeria de água que passa sob as edificações pode estar ligada ao acidente. 

Outros cinco imóveis da vizinhança foram interditados por correr risco de desabar. Os moradores foram atendidos pela Central de Atendimento Permanente de Emergências (Cape) da Defesa Civil. Técnicos avaliam, ainda, se o asfalto da rua também corre o risco de ceder. 

A SPTrans informou que o itinerário de cinco linhas foram desviadas pela Estrada Pirajussara- Valo Velho, deixando de atender dois pontos de parada da rua do desabamento. O desvio atinge as linhas: 6036/10 - Jardim Macedônica - Santo Amaro, 6822/10 - Jd. Macedônica - Terminal Capelinha, 6830/10 -Jd. Irene - Terminal Capelinha, 7053/10- Jd. Macedônia - Terminal Campo Limpo, 7054/10- Jd. Macedônica - Terminal Campo Limpo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.