Decretada prisão de estudante que matou a mãe na zona oeste de SP

Jovem confessou ter assassinado a mãe a facadas; polícia suspeita que motivo tenha sido a herança

Solange Spigliatti, estadão.com.br

17 de fevereiro de 2012 | 12h58

SÃO PAULO - O estudante de Direito Kléber Galasso Gomes, de 22 anos, acusado de matar a mãe, a jogadora de vôlei Magda Aparecida Gomes, de 53 anos, em Perdizes, na zona oeste de São Paulo, teve a prisão temporária decretada pelo 5º Tribunal do Júri da Capital na noite da quinta-feira, 16.

O estudante confessou ontem durante depoimento ter participado do assassinato de sua mãe, morta com 17 facadas em seu apartamento, localizado na Rua Apinajés. Magda era jogadora de vôlei no Palmeiras, clube em que o filho também jogava basquete.

Kleber afirmava que havia sido dominado por dois ladrões nas proximidades do Viaduto Pacaembu e dizia que os bandidos pegaram R$ 400 com ele e exigiram mais dinheiro. Teriam também obrigado o estudante a ir até o apartamento, onde recolheram mais R$ 600. E esfaquearam sua mãe porque ela tentou defendê-lo.

A polícia procura agora um suposto segundo envolvido no crime. A hipótese é que o homicídio tenha sido motivado por causa da herança família

Tudo o que sabemos sobre:
assassinatomãefilhoPerdizes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.