Ernesto Rodrigues/AE - 18/3/2011
Ernesto Rodrigues/AE - 18/3/2011

Decisão sobre tombamento do Belas Artes é adiada

Conpresp decidiu enviar processo à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano

Marcela Gonsalves, Central de Notícias

10 de maio de 2011 | 19h05

SÃO PAULO - Entre as pautas da reunião do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico de São Paulo (Conpresp) que aconteceu na manhã desta terça-feira, 10, estava a discussão sobre o tombamento do prédio onde funcionava o Cine Belas Artes. O Conselho, porém, decidiu enviar o processo referente ao tombamento para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) antes de tomar uma decisão.

 

O objetivo é que a assessoria jurídica da SMDU se manifeste quanto à possibilidade de tombamento do imóvel que abrigou o cinema.

 

Segundo a assessoria da Secretaria de Cultura, o assunto deverá retornar à pauta do Conpresp para deliberação final em data que ainda não foi definida.

 

O cinema, localizado na esquina da Avenida Paulista com a Rua da Consolação, deixou de funcionar no dia 17 de março.

 

Se aprovado o tombamento, o imóvel não pode passar por reforma sem autorização prévia do Conpresp, o que dificultaria a locação.

Tudo o que sabemos sobre:
Belas Artescinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.