Decisão sobre horário de Congonhas é adiada para 2011

A análise da viabilidade de o horário de funcionamento do aeroporto ser das 7h às 23h horas será apresentada no próximo encontro; audiência está marcada para o dia 3 de março

Pedro da Rocha - Central de Notícias,

01 Dezembro 2010 | 18h18

SÃO PAULO - Foi realizada nesta terça-feira, 30, audiência de conciliação para regular o funcionamento do Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. Dentre os pontos discutidos no auditório do Fórum Pedro Lessa, na região central da cidade, estão o horário de funcionamento do aeroporto e a redução de ruídos emitidos pelos aviões. Por não haver acordo, outra audiência foi marcada para o dia 3 de março do ano que vem.

 

Presidida pelo juiz federal substituto da 2ª Vara Federal Cível, Paulo Cezar Neves Junior, a sessão - que teve como algumas das partes associações de moradores, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) e Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea) - determinou que estudos a respeito das propostas sejam realizados para maior embasamento das decisões.

 

A análise da viabilidade do horário de funcionamento do aeroporto ser das 7h às 23h horas - hoje opera entre 6h e 23h - será apresentada no próximo encontro. As conclusões das companhias aéreas deverão ser apresentadas individualmente para informar os impactos a que cada uma estaria exposta.

Outro estudo para alterar os procedimentos de pouso e decolagem, e com isso tentar reduzir o ruído na região em volta do aeroporto, será apresentado até o dia 31 de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.