De olho na Copa de 2014, governo lança pacote viário para a zona leste

Principal intervenção será acesso da Jacu-Pêssego para a Radial; plano prevê ainda construção de duas avenidas na região de Itaquera

Felipe Frazão, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2011 | 00h00

Até junho de 2013, um ano antes da Copa do Mundo, a zona leste de São Paulo deve ganhar um pacote de obras de infraestrutura. O projeto Nova Radial inclui cinco obras de melhorias viárias e deve receber R$ 478,2 milhões em investimentos públicos - R$ 345,9 milhões do Estado.

O convênio para acelerar obras na região foi assinado ontem pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD) e pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). A principal intervenção será a construção de alças de ligação entre as Avenidas Jacu-Pêssego e José Pinheiro Borges (Radial). Elas custarão R$ 100 milhões aos cofres públicos, de acordo com o secretário estadual de Planejamento e Desenvolvimento Regional, Emanuel Fernandes.

 

 

Veja também:

linkObras já fazem parte de planos antigos

linkSistema viário é precário na região

 

 

As modificações devem facilitar o acesso ao futuro estádio Itaquerão. Fundamentais para ampliar a infraestrutura local, ao lado de instituições de ensino, centros médicos e bases policiais, algumas dessas obras já vêm sendo cobradas desde as discussões do atual Plano Diretor de São Paulo, aprovado em 2002. "As obras são permanentes, definitivas, e vão beneficiar toda a cidade, em especial a zona leste", disse Geraldo Alckmin.

Segundo o governo, as obras em Itaquera também vão privilegiar o transporte de massa e os pedestres. Fernandes diz que a intenção é desestimular o uso de carros particulares e incentivar o transporte público integrado (ônibus, trem e metrô) para ir aos jogos de futebol.

Está prevista ainda a criação de duas novas avenidas: uma de ligação Norte-Sul no trecho entre as Avenidas Itaquera e José Pinheiro Borges, com transposições em desnível sobre as linhas de metrô e CPTM; outra, de articulação da nova Norte-Sul com a Avenida Miguel Inácio Curi, junto à adutora da Sabesp.

Pedestres. Haverá também uma passagem de pedestres, em desnível, na Rua Doutor Luís Aires, na frente da Estação Itaquera do Metrô e da CPTM. O acordo prevê realização de obras de adequação viária no cruzamento das Avenidas Miguel Inácio Curi e Engenheiro Adervan Machado. "São obras fundamentais para o desenvolvimento da zona leste", disse Kassab.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.