De 56 locais, bilhete único tem falha em 48

40 dias depois do início do novo sistema de recarga, terminais para colocar o crédito ou estão fora do ar ou não aceitam cartão

FELIPE TAU, TIAGO DANTAS, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2011 | 03h03

Quarenta dias após o início da operação do novo sistema de recarga do bilhete único nas estações de Metrô, passageiros ainda encontram dificuldades para colocar crédito em seus cartões em pelo menos 48 terminais.

De 56 estações visitadas em quatro linhas, apenas em oito a recarga do bilhete único funcionava normalmente.

Nas demais, a reportagem verificou que faltam cabines e máquinas para carregar o bilhete e funcionários e monitores. Além disso, também foram encontrados aparelhos desligados ou fora do ar e equipamentos que não recebem dinheiro ou pagamento em cartão de débito.

O analista de sistemas Ricardo Abreu, de 29 anos, já havia esperado 20 minutos na fila do terminal de autoatendimento na Estação Barra Funda. Quando chegou sua vez, descobriu que o sistema estava fora do ar. "Agora vou ter de entrar em outra fila para comprar o bilhete comum."

As falhas já haviam sido relatadas em agosto, quando o Metrô prometeu que os problemas seriam resolvidos até hoje. Agora, a companhia diz que os guichês estarão funcionando em quase todas as estações "até o fim da semana" - a exceção é nas Estações Vergueiro, São Joaquim, Brás, São Bento e Sé, onde a instalação das cabines depende de licitação. Com relação aos demais problemas, o Metrô afirma que são "pontuais".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.