Das polêmicas à política

Em seu site, Oscar Maroni Filho se descreve como um "homem polêmico". Até 2007, sua boate Bahamas, na zona sul, era famosa por ser frequentada por garotas de programa. O "rei do entretenimento adulto de São Paulo", como se define, foi candidato a vereador pelo PT do B em 2008, mas perdeu. Envolvido em vários processos, em novembro foi condenado por favorecimento à prostituição. Recorre da sentença no Tribunal de Justiça paulista.

O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2012 | 03h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.