Dados preliminares mostram que Campinas teve 3,1 mil casos de dengue em 2011

Números parciais apontam que 2011 superou o ano de 2010, quando foram registrados 2.647 casos

Agência Brasil,

08 de janeiro de 2012 | 17h17

SÃO PAULO - Em 2011, a cidade de Campinas, no interior de São Paulo, registrou 3.132 casos de dengue. O balanço, que ainda não foi finalizado pois contabiliza os casos da doença registrados na cidade até o dia 10 de dezembro, foi divulgado esta semana pela Secretaria Municipal de Saúde. Apesar de os números serem parciais, os dados de 2011 já indicam a segunda maior epidemia de dengue na cidade da última década, superando o ano de 2010, quando foram registrados 2.647 casos na cidade. O pior ano da série histórica foi 2007, com 11.442 casos, com duas mortes.

Em outubro e novembro do ano passado, os casos de dengue na cidade cresceram, o que despertou preocupação na Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa) porque o número se mostrou parecido ao que ocorreu em 2006, ano que antecedeu a maior epidemia já registrada em Campinas.

"Com base na série histórica da dengue em Campinas, desde 1998, percebemos que os casos começam a aparecer com maior intensidade em janeiro, com picos em março e abril. Desta vez, em 2011, o aumento de casos começou em outubro e novembro, muito parecido com o quadro verificado em 2006. No ano seguinte, houve a explosão de casos", comparou Andrea Von Zuben, médica da Covisa.

Em Catanduva, único município do estado que tinha risco iminente de surto de dengue de acordo com um levantamento feito pelo Ministério da Saúde, 289 casos de dengue foram registrados em 2011 - número quase 70% menor que em 2010, quando houve 929 casos.

A Secretaria Estadual de Saúde ainda não fechou o balanço de 2011 com o número total de casos de dengue de São Paulo, mas idenficou que entre janeiro e novembro do ano passado foram registrados 88.046 casos autóctones (com transmissão dentro do estado) nos municípios paulistas, número 53,2% menor que o registrado no mesmo período de 2010, quando ocorreram 188.529 casos.

Desse total, 21,2% ocorreram na cidade de Ribeirão Preto (SP), com 18.672 casos notificados. A Secretaria Municipal de Ribeirão Preto informou à Agência Brasil que a prefeitura tem intensificado a ação contra o mosquito transmissor da doença e que apenas um caso de dengue foi registrado na cidade em dezembro do ano passado, número bem inferior à comparação com o mesmo mês de 2010, quando ocorreram 204 casos da doença. Em novembro de 2011, foram oito casos.

A secretaria estadual informou que investe anualmente R$ 40 milhões para ajudar os municípios paulistas no combate à dengue. Segundo a secretaria, 4.358 casos de dengue ocorreram na capital no período. Em todo o país, segundo o Ministério da Saúde, foram notificados 742.364 casos suspeitos de dengue até o final de novembro, redução de 25% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Tudo o que sabemos sobre:
dengueCampinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.