Cursos para formar superespecialistas

Cresce a oferta de pós-graduações com foco restrito

Carlos Lordelo, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2010 | 00h00

De olho num público ávido por se diferenciar no mercado de trabalho, as universidades têm oferecido cada vez mais cursos de pós-graduação com foco bastante restrito. Os programas de especialização surgem na esteira da popularização do acesso ao ensino superior - o número de formandos no País cresceu 191% no período de 1998 a 2008, segundo o Censo da Educação Superior, do Ministério da Educação. Os cursos têm duração mínima de 360 horas e, ao final, os alunos precisam entregar uma monografia ou um trabalho de conclusão de curso.

ADMINISTRAÇÃO DE NEGÓCIOS DO VINHO (Senac-SP)

A ideia é mesclar conceitos específicos sobre o vinho a técnicas de gestão de um negócio nesse área. É voltado para quem trabalha em importadoras, hotéis e restaurantes. No final, o aluno precisa apresentar um plano de negócios.

"Trabalho com vinho há cinco anos e já recusei convite para ser gerente de uma importadora por não dominar as técnicas necessárias para encarar o desafio. Com o curso, quero me preparar para abrir meu próprio negócio." CHRISTIAN WILKEN, de 37 anos, consultor

HISTÓRIA DA MAÇONARIA

(Centro Universitário do Distrito Federal)

Os responsáveis pelo curso defendem a tese de que não se pode conhecer as ideias e instituições do mundo moderno sem levar em conta a história e os valores da maçonaria. O aluno tem módulos que vão de ciência política a ética.

"Não é preciso ser um bom observador para ver que as histórias do Brasil e da maçonaria se confundem. Como quero colaborar com a melhoria da sociedade, estudo nossas instituições - e a maçonaria é uma delas." LUCAS GALDEANO, de 53 anos, dentista

MBA EM RELACIONAMENTO INTERPESSOAL (Unip)

O aluno tem aulas de etiqueta, marketing pessoal, estratégias de negociação e até de como devem falar - tudo para tentar aprimorar o desempenho de profissionais que lidam diretamente com público.

"Lido diariamente com clientes e sempre preciso analisar qual a melhor técnica de abordagem. Não há receita de bolo, pois cada pessoa é diferente. Mas você sai da sala com um conceito novo que já pode ser aplicado na manhã seguinte." FÁBIO ANDRADE, de 33 anos, representante comercial

COSMETOLOGIA E ESTÉTICA AVANÇADA (Universidade Anhembi Morumbi)

Além de disciplinas como marketing cosmético, o curso ensina dezenas de técnicas estéticas. Trata, ainda, do desenvolvimento de produtos.

"Estou na área há dez anos e o mercado cresceu muito nesse período, assim como o conhecimento dos clientes. Antes se achava que esteticista passava um creminho e mais nada." ELAINE DEL VALLE, de 42 anos, professora de estética do Senac-SP

MBA EM GESTÃO DO LUXO (Faap)

A grade é composta por técnicas de gestão de bens e serviços de luxo. Os principais temas estudados são segmentação de mercado, posicionamento e a chamada fidelização de clientes.

"Aprendi que a gestão do luxo passa pela necessidade de tratar os clientes com excelência, e agora meu escritório atende melhor aqueles que são mais exigentes." MARIA AMÉLIA TUCUNDUVA, de 51 anos, advogada e administradora patrimonial

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.