ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/
ARQUIVO/ESTADÃO CONTEÚDO/AE/

Curiosidades sobre a saudosa Mooca

O que Demônios da Garoa, Jockey Club e Parque da Água Branca têm a ver com o bairro?

O Estado de S. Paulo

06 de outubro de 2015 | 16h51

Demônios da Garoa, Jockey Club e Parque da Água Branca são ícones paulistanos. O que mais eles têm em comum? De certa forma, os três têm suas origens cravadas na Mooca: o Demônios, maior intérprete de Adoniran Barbosa, nasceu no bairro em 1943; o Jockey (hoje na Cidade Jardim) tem raiz no Hipódromo, quando em 1876 foi criado o Clube Paulista de Corrida de Cavalo que transformou a vida social e trouxe o bonde para a região; por fim, em 1928, o Posto Zootécnico de São Paulo e Recinto de Exposições de Animais, que funcionava na Mooca desde 1905, foi transferido para o terreno em que seria inaugurado o Parque da Água Branca, na zona oeste. Veja outras curiosidades.

1. A origem do nome

A palavra mooca é a combinação de dois termos do tupi: "moo" e "oca". Isso significa algo como "fazer casas". Era mais ou menos isso o que os índios locais testemunhavam (brancos construindo suas moradas) nos primeiros tempos de colonização. Existe também o termo em tupi "m?oka" ou "casa de parente". É outra teoria para a origem do nome.

2. Bello, dá licença, aqui é Juventus!

"Belo, peloamordedeus, mê vê um chopps e dois pastel!" O jeito de falar, algo cantado e "italianado", marca o perfil de moradores e ex-moradores. Inconfundível.

3. Misturinha estrangeira

Nos anos 1920, a Mooca era o distrito mais populoso de São Paulo, com quase 70 mil habitantes, seguido por Brás (67 mil) e Belenzinho (46 mil). O maior contingente de imigrantes também ficava na Mooca (30 mil), depois no Brás (29 mil) e no Belenzinho (17,6 mil).   

4. Rua da Mooca

Nos tempos do bonde, a Rua da Mooca era a pista de footing. Era aonde as meninas e os rapazes faziam a caminhada, se olhavam, brincavam. Um programa de lazer.

5. Demônios da Garoa

O maior intérprete de Adoniran Barbosa é fundado, na Mooca, em 1943.

6. Os primeiros da Mooca

As primeiras escolas foram o Firmino de Proença (1906) e o Oswaldo Cruz (1914); o primeiro cinema, na Rua da Mooca, data de 1911. A biblioteca pioneira, por sua vez, é a Affonso Taunay (1954).

7. O Jockey, o bonde e o Parque da Branca

Em 1876, é fundado, pelo fazendeiro Rafael Aguiar Pais de Barros, no Hipódromo, o Clube Paulista de Corrida de Cavalo. Seria o embrião do Jockey Club. Os cavalos vinham da Europa e eram criados por Pais de Barros em sua fazendo na parte alta da Mooca. O lugar promoveu o nascimento do turfe no Brasil e virou uma referência de lazer para a oligarquia cafeeira da época. No ano seguinte, foi instalada uma linha de bonde de tração animal, que depois seria transformada em linha férrea. Fazia o trajeto Centro-Mooca e facilitava a chegada dos visitantes do bairro, aquela gente da elite que vivia na região da Paulista, mas começava a se divertir com as corridas na zona leste.

Em 1928, a cidade ganhava o Parque da Água Branca. O governador mandou levar da Mooca para lá o Posto Zootécnico de São Paulo e Recinto de Exposições de Animais, que funcionava no bairro desde 1905.

Tudo o que sabemos sobre:
bairrosspmoocacuriosidades

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.