Marcelo Barabani/Estadão
Marcelo Barabani/Estadão

Curiosidades do Parque São Domingos

O bairro tem esse nome em homenagem ao santo católico

O Estado de S. Paulo

02 de dezembro de 2015 | 18h18

Antes mesmo da construção do prédio, o terreno em que hoje está construída a igreja de São Domingos Sávio recebeu em 1957 um cruzeiro e um palanque, onde ficaria o altar. A data de criação oficial da paróquia é 21 de abril de 1960. Saiba mais sobre o padroeiro e conheça outras curiosidades da região.

1. Quem foi São Domingos Sávio?

Padroeiro do bairro e inspirador de seu nome, Domingos Sávio foi um seminarista. Nasceu em 1842, na cidade de Riva, ao norte da Itália, e morreu com apenas 15 anos. Dizem que antes de morrer, doente, na cama, cruzou as mãos sobre o peito e disse ao seu pai que estava tendo um a lida visão. Era filho de um ferreiro e de uma costureira e ficou conhecido pela sentença "antes morrer do que pecar". Seu professor e orientador foi Dom Bosco, que também viria a ser declarado santo. “Nos registros da Igreja, encontramos que, com dez anos, chamou para ele próprio a culpa de uma falta que não cometera, só porque o companheiro de escola que o fizera tinha maus antecedentes e poderia ser expulso do colégio. Já para si, Domingos sabia que o perdão dos superiores seria mais fácil de ser alcançado. Em outra ocasião, colocou-se entre dois alunos que brigavam e ameaçavam atirar pedras um no outro. ‘Atirem a primeira pedra em mim’ disse, acabando com a briga”, diz o verbete sobre o santo publicado no site das edições Paulinas. 

2. O parque é nosso. Ou não.

Existe certa confusão entre o que faz parte do bairro de Pirituba e o que é considerado vizinho, situado em São Domingos. Os bairros são irmãos e tiveram origem na divisão das mesmas fazendas, aos poucos loteadas no século XX. Ambos disputam a propriedade o Parque Cidade de Toronto, por exemplo, que recebe moradores de toda a região.

3. Bairro planejado

O distrito do Parque São Domingos concentra bairros pobres, favelas, povoados de classe média e média alta. O City América, por exemplo, é um loteamento de alto padrão. O empreendimento foi assinado pela mesma Companhia City que projetou os jardins América e Europa e o Pacaembu, entre outros bairros ao estilo “jardim”.

4. Trânsito caótico

Há vinte e dois anos, o suplemento Seu Bairro, do Estadão, apresentava o Parque São Domingos como uma área nobre da cidade localizada entre o pico do Jaraguá e Pirituba. “O bairro é todo arborizado, com avenidas largas e cortado pelas Rodovias dos Bandeirantes e Anhanguera. São poucos os prédios existentes na região. As casas são de alto padrão, até porque muitas famílias decidiram trocar os bairros mais próximos, como Lapa e Pirituba, para morar no Parque São Domingos, em busca de tranquilidade.” Dias depois de a reportagem visitar o bairro e ouvir seus moradores, a prefeitura divulgou a ideia de abrir um túnel para desafogar o trânsito (não ocorreu). 

Em 1994, o mesmo suplemento saiu com outro especial sobre o bairro em que o a maior reclamação dos moradores ainda era o trânsito caótico piorado por ruas esburacadas. A demanda por melhorias incluía o pedido de instalação de semáforos e lombadas. Leia o jornal da época neste link

Mais conteúdo sobre:
BairrosSPParque São Domingos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.