Divulgação<br>
Divulgação<br>

Cumbica testa inspeção eletrônica em passaportes

Portões vão abrir automaticamente quando o sistema confirmar que o documento é autêntico e a pessoa é a titular do passaporte

Mônica Reolom, O Estado de S. Paulo

25 Setembro 2014 | 23h54

O Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, começou a testar ontem um processo de inspeção eletrônica de passaportes que promete diminuir o tempo de verificação da Polícia Federal de três minutos para 30 segundos.

Os portões de controle automatizado, ou simplesmente e-gates, permitem checar as informações de passaportes brasileiros que têm chip e ainda fazer o reconhecimento biométrico e facial do passageiro. Assim, o passageiro poderá fazer os procedimentos de imigração e emigração sozinho, que antes eram feitos unicamente em guichês com funcionários.

Os portões vão abrir automaticamente quando o sistema confirmar que o documento é autêntico e a pessoa é a titular do passaporte. Para isso, uma câmera também fotografará o passageiro para comparar com a foto do passaporte. O acesso à área de embarque, dessa forma, será feito sem a necessidade de um agente.

"Se considerarmos que a maioria dos passageiros que passam por Guarulhos é de brasileiros, devemos reduzir bastante o tempo de atendimento nessa área", afirma o presidente da GRU Airport, Antonio Miguel Marques. Cumbica será o primeiro aeroporto no País a ter e-gates.

Todo o processo é controlado remotamente pela PF, que poderá intervir caso aconteça uma situação anormal. Por enquanto, somente passageiros brasileiros, com mais de 18 anos e que tenham passaportes com chip poderão usar os e-gates. Os outros terão de passar normalmente pelos guichês, que continuarão existindo.

Inicialmente, a tecnologia vai funcionar, em operação assistida, somente no Terminal 3, que é exclusivamente internacional, com três equipamentos no embarque e seis nos portões de desembarque.

No Terminal 2, três unidades foram instaladas no embarque e quatro no desembarque, mas ainda não serão testadas. No total, haverá 16 e-gates no aeroporto. A previsão é de que os equipamentos estejam totalmente em operação a partir do dia 2 de janeiro de 2015.

O passaporte eletrônico começou a ser emitido pela PF em dezembro de 2010. Até o fim do próximo ano, todos os passaportes deverão ter o dispositivo eletrônico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.