Cumbica terá operação-padrão da Polícia Federal a partir das 16h30

Em Curitiba e Porto Alegre operação já começou; policiais usam fiscalização como protesto

16 de agosto de 2012 | 09h53

SÃO PAULO - Os servidores da Polícia Federal voltarão a fazer a operação-padrão no Aeroporto Internacional de Guarulhos (Cumbica) a partir das 16h30 desta quinta-feira, informa o Sindicato dos Servidores Públicos Civis do Departamento de Polícia Federal no Estado de São Paulo (Sinpolf-SP). O procedimento - pedido de fiscalização mais rigorosa e demorada dos passageiros - já começou nos aeroportos Afonso Pena, em Curitiba, e Salgado Filho, em Porto Alegre.

Os policiais estão em greve desde terça-feira da semana passada e realizam as operações como forma de protesto. Elas vem gerando filas e causando cancelamentos e atrasos.

A operação-padrão deve acontecer, em horários variados, nas em escala nacional. Na quarta-feira, 15, representantes da Federação Nacional dos Policiais Federais rejeitaram a proposta de aumento oferecida pelo governo e optaram pelo prosseguimento da greve. Eles alegam que não querem apenas um reajuste salarial, mas a reestruturação da carreira de agentes, papiloscopistas e escrivães.

Segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), ficou para terça-feira, 21, às 20h, a reunião na qual o governo irá apresentar nova proposta para os policiais federais. Cerca de 350 mil servidores públicos federais de ao menos 36 categorias estão em greve em todo o País.

Voos. No Aeroporto Afonso Pena, dos 29 voos domésticos previstos até as 9h, dez haviam sido cancelados (34,5%) e outros sete (24%) estavam atrasados. Os voos internacionais não apresentavam problemas. Em Porto Alegre, não havia registro de atrasos ou cancelamentos até as 9h.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportocumbicapadrão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.