Cultura Artística põe todo o acervo em DVD

Após incêndio que quase destruiu sua história, Sociedade finaliza trabalho, que será distribuído gratuitamente a escolas e entidades de pesquisa

Vitor Hugo Brandalise, O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2011 | 00h00

O incêndio que destruiu o Teatro Cultura Artística, em agosto de 2008, levou sua diretoria a atentar para a importância da história da instituição. Dois anos e meio após o incidente, foi finalizada a catalogação do acervo da Sociedade e iniciada sua digitalização, no início do mês.

Até novembro, será lançado um DVD duplo para distribuição gratuita a escolas, bibliotecas e entidades de pesquisa (alguns registros estão nesta página e integram o parecer de Nestor Goulart Reis Filho para o processo de tombamento do acervo no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, o Iphan).

No total, são 1.818 programas dos saraus realizados pela entidade desde 1912 (20 mil páginas em diferentes formatos) e mais 1.300 fotos de artistas e espetáculos. O lançamento do DVD é parte das comemorações do centenário da instituição, celebrado no ano que vem. "Foi por pouco que as chamas não consumiram todo esse acervo. Perceber que ficaram a salvo (em duas salas próximas do painel de Di Cavalcanti, que também se salvou) atentou para a necessidade do processo de digitalização", afirma Eric Klug, responsável pelas relações institucionais da Sociedade de Cultura Artística.

As imagens presentes no DVD contarão a evolução da Cultura Artística, cujas apresentações hoje têm por base, principalmente, a música lírica erudita. No começo, não era assim. "Muitos dos primeiros saraus eram sobre literatura e arte brasileiras populares, era o foco da instituição no início. Essa informação muitos ignoram", disse Klug.

Obras. A expectativa da direção da Sociedade é finalizar a construção do novo teatro até o fim de 2012. A primeira fase da reconstrução, o restauro do painel de Di Cavalcanti, que fica na fachada do teatro, termina em dois meses. Nos próximos meses, começa a etapa de reconstrução do teatro, estimada em R$ 30 milhões. Depois começará a última etapa de reconstrução, que custará R$ 45 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.