Culpar concessionária é 'injustiça', diz secretário

Diante das queixas de que a Linha 4-Amarela deveria ter geradores de energia próprios, para evitar que a linha ficasse refém da alimentação elétrica comum, o secretário de Estado dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, disse ser uma "injustiça" culpar a ViaQuatro, empresa que gerencia a linha, pelos problemas ocorridos ontem.

O Estado de S.Paulo

19 Novembro 2011 | 03h02

"Se uma fábrica para, não se pode culpar o dono. O que ocorreu foi uma queda de energia." Para Fernandes, apenas geradores não seriam eficientes para garantir o funcionamento da linha. "Você não consegue gerar energia suficiente para manter os 12 trens funcionando. Você teria de ter uma usina própria para isso. O que temos é um backup de energia dentro dos trens para não cortar a comunicação e, em alguns casos, até o ar condicionado. Mas o motor, a tração, você não consegue", disse.

Fernandes disse ainda não ver motivos, nesse caso, para punir a ViaQuatro pela paralisação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.