Culpa dos galhos de novo

INTERRUPÇÃO FREQUENTES DE ENERGIA

O Estado de S.Paulo

29 Março 2013 | 02h01

Desde 2007, quando me mudei para a Rua Aliança Liberal, na Vila Leopoldina, convivo com constantes interrupções no fornecimento de energia. Não é possível que a AES Eletropaulo não tenha uma solução! Será que o governo do Estado não tem condições de fiscalizar essas concessões? No período de chuvas, o problema se acentua, mas como temos chuva em todos os meses do ano, nosso bairro é vítima da AES Eletropaulo. Escutamos barulhos que acredito serem estouros de transformadores e pronto, ficamos sem energia! Por diversas vezes foram creditadas na conta as "punições" das interrupções, medidas pela empresa, mas são de valores irrisórios, principalmente se comparadas ao transtorno causado pela falta de energia. Nesse período já tive diversos problemas com eletrodomésticos, mas nunca pedi indenização, pois tenho seguro residencial. Espero que, com essa manifestação, um responsável tome medidas que ao menos reduzam esses incidentes.

LUIS FERNANDO AMBROSIO MIGUEL / SÃO PAULO

A AES Eletropaulo informa que o principal motivo de desligamentos na região é a queda de galhos de árvore sobre a rede de energia, já que o local mencionado pelo cliente é caracterizado por densa arborização. A distribuidora ressalta que possui plano de mapeamento das árvores que estão próximas ou em contato com a rede elétrica no circuito que alimenta o cliente para continuar o trabalho de podas preventivas. E conta com dois projetos de melhorias e adequações no bairro.

O leitor comenta: O que a Eletropaulo informou é a parte pequena do problema. Nem mencionou os estouros dos transformadores! E isso é frequente!

TELEFÔNICA/VIVO

Cliente antigo x promoção

Estou com problema no Speedy da Vivo. Sou cliente há mais de 10 anos e atualmente estou pagando R$ 139,72 por 4 MB. Os novos clientes pagam R$ 64,90, com o valor promocional de

R$ 49,90 no primeiro ano. Após vários contatos com a Vivo, a única opção oferecida foi reduzir a velocidade da internet para diminuir o valor da mensalidade. Questionei e informaram que esse valor é só para novas assinaturas. Ou seja, clientes antigos são prejudicados. Como não acho justo optei por cancelar o plano.

MARLEI DA SILVEIRA / SÃO PAULO

A Telefônica|Vivo informa que a sra. Marlei da Silveira optou por cancelar o serviço. A empresa lamenta e pede desculpas pelos transtornos causados

A leitora informa: Uma funcionária da Vivo ligou em casa, conversou com o meu filho e ofereceu redução da tarifa, o que não aceitei. Alegou que, pelo meu bom relacionamento, a empresa estornaria minhas duas últimas faturas. Ou seja, cobrariam R$ 64,90, mas eu teria de contratar o suporte de internet, totalizando R$ 79,80. Respondi que era venda casada e não tinha interesse nesse serviço. Porém, a atendente informou que o suporte não previa fidelidade e que após um mês eu poderia cancelá-lo. Mesmo assim não aceitei. Essa solução da Vivo é, no mínimo, vergonhosa! Não tive outra alternativa a não ser cancelar o serviço superfaturado.

NET - TESTE DE PACIÊNCIA

Confusão sem fim

Em 12/3 o técnico da NET compareceu na minha casa para trocar dois aparelhos digitais para HD. Mas, por um erro, o técnico trouxe apenas um aparelho. Liguei na NET e agendaram para o dia 16/3. Nesse dia, o funcionário trouxe o aparelho, mas, por erro, a ordem de serviço era para puxar outro ponto. Ele ligou na central, que não autorizou a troca do HD. Com isso, ele retirou o aparelho novo e instalou o antigo. O serviço foi remarcado para 17/3. Logo em seguida percebi que o primeiro técnico não conectara o cabo HDMI no aparelho HD. O que permanece é o cabo do aparelho antigo. Em outro contato com a NET, foi colocada uma observação para trazerem o cabo. Como ninguém apareceu, cansado dessa história, liguei direto na Ouvidoria da NET e a visita técnica foi remarcada para o dia 23/3. Parece que a empresa está de palhaçada. Os atendentes são mentirosos, pois a cada ligação é um dia diferente que está agendado. Fora a confusão dos técnicos. Cansei de ter problemas com essa operadora. Só consigo alguma resposta quando recorro à imprensa. Peço ajuda, pois não sei mais o que fazer, já que essa empresa não respeita o consumidor.

EDUARDO GASPAR / PIRACICABA

A NET informa que, após atendimento técnico realizado na residência do cliente, a questão foi solucionada.

O leitor informa: O caso não foi solucionado. Ainda não me entregaram o cabo HDMI.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.