José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Cuidadora de idosos é presa suspeita de planejar roubo a apartamento em Higienópolis

Segundo polícia, ela teria ajudado criminosos a entrarem no condomínio e roubarem o apartamento em que trabalhava, em Higienópolis

Léo Martins, Especial para o Estado

07 de novembro de 2019 | 20h33

SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira, 7, uma cuidadora de idosos suspeita de ter planejado roubo a uma casa em um condomínio fechado de Higienópolis, no centro de São Paulo. Segundo a investigação do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), Márcia Aparecida do Nascimento teria ajudado criminosos a entrar em um condomínio na Rua Maranhão, em setembro, onde foram roubados joia e dinheiro de um apartamento em setembro. 

Responsável por cuidar de um idoso na residência roubada, Márcia chegou a depor sobre o caso à 4ª Delegacia do Patrimônio, que investiga roubos a condomínios. Segundo a Polícia Civil, ela afirmou ter saído do apartamento duas vezes no dia do crime, mas durante as investigações os policiais descobriram que houve uma terceira saída. Nessa oportunidade, a cuidadora teria entregado o controle remoto do portão de acesso ao condomínio aos criminosos, segundo a investigação. 

Os policiais também levantaram a relação de Márcia com seu sobrinho, Lucas Ferreira do Nascimento, preso por roubo em Mato Grosso. A Justiça, então, decretou a prisão da cuidadora. Ela foi encontrada em um apartamento na Rua Amaral Gurgel, também na região de Higienópolis. Segundo a polícia, a cuidadora estava com malas prontas e teria um roteiro de fuga.

Ainda de acordo com o Deic, ao ser detida, Márcia afirmou que o dinheiro do roubo era para quitar dívidas do sobrinho. O plano envolvia uma operação entre ela, seu sobrinho e outros suspeitos soltos. A polícia acredita que Nascimento é membro de uma facção criminosa. 

A cuidadora foi indiciada por roubo e pode ser condenada também por associação criminosa. A Polícia Civil procura os outros suspeitos de envolvimento no crime.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.