Criminosos matam homem e baleiam sobrinha em assalto na zona norte de SP

Bandidos levaram moto do pedreiro Valcilany Ferreira Honorato, de 35 anos, que morreu; garota de 12 anos está em estado grave

Bárbara Ferreira Santos, O Estado de S. Paulo

20 Maio 2013 | 16h45

SÃO PAULO - Dois criminosos invadiram uma casa em Perus, na zona norte, mataram um homem e balearam sua sobrinha. Os bandidos levaram a moto do pedreiro Valcilany Ferreira Honorato, de 35 anos, dois dias após o veículo ter sido roubado e devolvido.

O crime aconteceu às 17h30 desse domingo, dia 19, na Rua Estados Unidos, número 25. A irmã da vítima, Valcilene Honorato Ferreira, estava em um bar ao lado da casa de Valcilany e ouviu um disparo de arma de fogo, segundo José Carlos Gambiarri, delegado titular do 33 DP, onde o crime foi registrado. Ela foi até a casa do pedreiro, viu um dos criminosos saindo do local e o reconheceu. O bandido havia comprado um refrigerante no bar em que ela estava poucos minutos antes do crime.

Quando Valcilene foi fazer uma ligação no celular, viu o segundo bandido saindo da casa com a motocicleta do irmão. Ela entrou na casa e encontrou a sobrinha do pedreiro, de 12 anos, baleada no maxilar. Também viu seu irmão caído na garagem, sangrando. Um vizinho socorreu o pedreiro e o levou ao Pronto-Socorro de Perus, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. A sobrinha está internada em caso grave.

Dois dias antes do assassinato, o pedreiro teve sua moto roubada. O crime também foi registrado no 33 DP. "No dia 18, moto foi encontrada na área do 74 DP, de Parada de Taipas, e foi devolvida à vítima", afirmou Gambiarri.  Segundo o delegado, a invasão foi feita novamente por dois bandidos, que aparentavam ter 18 anos. "São dois elementos, como na outra vez, mas ainda não se sabe se são os mesmos", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.