Reprodução
Reprodução

Criminosos incendeiam ônibus em São Vicente; motorista fica ferido

Na segunda-feira, 9, ônibus do transporte coletivo já haviam sido atacados em Cubatão, cidade vizinha

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

11 Janeiro 2017 | 12h19

SOROCABA - Um grupo armado invadiu um ônibus do transporte intermunicipal, jogou combustível e ateou fogo antes que motorista e passageiros pudessem sair, na madrugada desta quarta-feira, 11, em São Vicente, no litoral paulista. Houve pânico entre os ocupantes do veículo e o motorista foi atingido pelas chamas. Ele foi levado ao Hospital Municipal com queimaduras pelo corpo, mas estava fora de perigo. Na segunda-feira, 9, ônibus do transporte coletivo já haviam sido atacados em Cubatão, cidade vizinha.

Nos dois casos, a suspeita é de que o vandalismo tenha relação com ações da Polícia Militar. De acordo com a Polícia Civil, o ataque em São Vicente, no bairro Quarentenário, pode ser represália contra a morte de um adolescente de 17 anos, durante tentativa de assalto a um policial militar, domingo, 8. Acompanhado de um cúmplice, o rapaz tentou roubar a moto do PM, que reagiu baleando os dois. O adolescente morreu. 

Em Cubatão, os criminosos incendiaram um ônibus, um guincho com dois carros e ainda fizeram disparos contra outros coletivos, na tentativa de obrigá-los a parar. Uma viatura da PM também foi danificada. Segundo a Polícia Civil, os ataques foram represália contra a morte de um morador da Vila Esperança, em confronto com a Polícia Militar Rodoviária. O homem foi surpreendido quanto tentava assaltar os ocupantes de um carro na rodovia Padre Manoel da Nóbrega. Ele atirou contra os policiais, mas foi baleado e morreu.

Mais conteúdo sobre:
Polícia Militar Polícia Civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.