Criminosos invadem casa e matam policial na zona norte de SP

O investigador José Eduardo Rala, de 56 anos, trocou tiros com assaltantes, mas acabou baleado; um criminoso também morreu

Felipe Resk, O Estado de S.Paulo

22 Maio 2016 | 17h26

SÃO PAULO - Um policial civil sofreu um assalto em casa e foi morto pelos criminosos na madrugada deste sábado, 21, na zona norte da capital paulista. Ele chegou a reagir ao roubo e baleou um dos bandidos, que morreu.

O caso aconteceu por volta da 1h30, na região de Santana, na zona norte de São Paulo. O investigador de polícia José Eduardo Rala, de 56 anos, e a esposa foram rendidos por três assaltantes que invadiram a residência. Há suspeita de participação de outras pessoas no crime.

Aos policiais, testemunhas afirmaram que Rala conseguiu pegar uma arma e atirou contra os criminosos, atingindo um deles. Allan Felix Ferreira, de 20 anos, morreu no local.

Os outros bandidos, no entanto, conseguiram desarmar o policial, o balearam e depois fugiram. Um dos disparos o atingiu no pescoço. O investigador chegou a ser socorrido por uma guarnição da Polícia Militar ao Hospital do Mandaqui, também na zona norte, mas não resistiu aos ferimentos.

Na fuga, os assaltantes conseguiram levar a arma de Rala. A ocorrência foi registrada como roubo seguido de morte (latrocínio) e é investigada pelo 13º Distrito Policial (Casa Verde).

Mais conteúdo sobre:
Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.