Criminosos fugiram com R$ 3,3 milhões da Prosegur em Santos

Bando chegou a pegar R$ 12,2 milhões, mas maior parte do montante foi recuperada; informações fora divulgadas pela polícia

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

04 Maio 2016 | 18h21

SOROCABA - A quadrilha que assaltou a empresa de transporte de valores Prosegur, em Santos, no início de abril, conseguiu fugir com R$ 3,3 milhões dos R$ 12,2 milhões roubados da empresa, segundo apuração da Polícia Civil divulgada nesta quarta-feira, 4. 

A maior parte do montante, R$ 8,9 milhões, foi recuperada pela polícia após a perseguição aos criminosos. Os malotes com o dinheiro estavam em carros abandonados pela quadrilha na rodovia Anchieta. Dois policiais e um morador de rua morreram em tiroteios durante a fuga do bando.

O ataque, ocorrido no dia 4 de abril, no bairro do Macuco, chegou a ser comparado ao assalto à empresa Protege, no mês anterior, em Campinas. Naquela ocasião, embora não tenha havido confirmação oficial, a polícia acreditava que os criminosos levaram R$ 50 milhões. A Polícia Civil de Santos não explicou como chegou ao montante divulgado. A Prosegur não se manifestou sobre o valor. 

As investigações correm em sigilo, decretado pela Justiça a pedido da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.