Polícia Militar
Polícia Militar

Criminosos atacam duas agências e deixam em pânico a pequena Ouroeste

Bando chegou em carros e, antes de se dirigir aos bancos fez vários disparos em frente a uma base da Polícia Militar

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2017 | 10h26

SOROCABA - Criminosos armados de fuzís e pistolas invadiram a região central de Ouroeste, no interior de São Paulo, dispararam contra a base da Polícia Militar e roubaram duas agências bancárias, na madrugada desta quarta-feira, 7.

Numa delas, os bandidos usaram explosivos para arrombar os caixas eletrônicos. Na outra, eles levaram o cofre principal. As explosões e os tiros, disparados por volta das 2 horas, deixaram em pânico a pequena cidade de 8,4 mil habitantes. As mesmas agências já haviam sido atacadas em abril do ano passado.

De acordo com testemunhas, o bando chegou em vários carros e, antes de se dirigir aos bancos, parou os veículos em frente à base da Polícia Militar e fez muitos disparos. Os dois policiais que estavam no local se abrigaram para não serem atingidos por tiros de fuzil. Em seguida, um grupo estourou a porta de vidro da agência do Banco do Brasil e explodiu os caixas eletrônicos. O prédio da agência também ficou destruído.

Outra parte do bando arrombou a porta principal da agência da Caixa Econômica Federal e carregou o cofre central. Os criminosos fugiram em direção à divisa de São Paulo com Minas Gerais. A polícia ainda faz buscas na região. O valor roubado não foi informado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.