Criminosos amarram explosivos em vítima de sequestro

Bandidos raptaram o homem para assaltar empresa de ônibus onde ele trabalha; R$ 50 mil foram levados

Renato Vieira e Luciano Bottini Filho, O Estado de S. Paulo

02 de setembro de 2013 | 09h44

Atualizado às 12 horas.

SÃO PAULO - Um homem foi sequestrado e teve explosivos amarrados ao corpo na manhã desta segunda-feira, 2. O funcionário da empresa de ônibus Transpass saía de sua residência, na Rua Herculano José de Aguiar, em Embu das Artes, quando foi rendido por quatro criminosos armados que manteve ele, sua mulher e filha reféns. Depois, a vítima foi conduzida para a garagem da empresa, no Jaguaré, zona oeste de São Paulo, de onde os criminosos levaram R$ 50 mil, segundo a Polícia Militar.

Após o roubo, os criminosos deixaram o homem no local. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) retirou os explosivos de seu corpo. Não houve feridos. Segundo a PM, ninguém foi preso. A mulher e a filha da vitima também teriam sido sequestradas, mas já foram liberadas.

 

Mais conteúdo sobre:
Sequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.