Criança seqüestrada pela manhã é encontrada à noite em SP

Menina de 3 anos foi abandonada pelos seqüestradores na praça principal de Embu das Artes

22 de agosto de 2007 | 01h57

Um telefonema, pouco depois das 20 horas de terça-feira, a uma residência do Jardim Santo Antonio, em Osasco, pôs fim à angústia dos pais de uma menina de 3 anos, que foi seqüestrada naquele município por volta de 8 horas da manhã. A criança estava no veículo da família, dirigido pela mãe, no Jardim Bela Vista, quando foram interceptadas pelos seqüestradores, que estavam em um Vectra. Levada, a menina foi abandonada à noite na praça principal de Embu das Artes, também na Grande São Paulo. Um amigo da família foi buscá-la no local. A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) assumiu as investigações e iniciou uma operação em várias favelas tanto de Osasco, quanto de Taboão da Serra e Embu, para localizar os criminosos. Não há informações sobre como foram as negociações telefônicas. A polícia afirma que não houve pagamento de resgate.

Tudo o que sabemos sobre:
seqüestrocriança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.