Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Criança morre após ser atropelada por van escolar em São Paulo

Alina Alcala, de nove anos, foi levada para um hospital, mas não resistiu

Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

08 Agosto 2017 | 19h34

SÃO PAULO – Uma criança de nove anos morreu após ser atropelada pela van escolar que a deixou em casa em São Paulo na última quinta-feira, 3. O caso ganhou notoriedade nesta semana após as imagens das câmeras de segurança terem sido divulgadas.

O acidente ocorreu por volta das 12h na Rua Mário Amorim, no Jardim Peri, na zona norte da capital. O irmão da menina saiu da van primeiro e chegou à calçada. Ela demorou um pouco mais e, quando passava na frente do veículo, a van acelerou e a atropelou. 

Alina Alcala foi empurrada por alguns metros e o veículo parou em cima de seu corpo. O irmão, desesperado, gritou até que o pai, que estava no quintal de casa, fosse socorrer a filha.

A menina foi levada para o Hospital Mandaqui, na mesma região, mas teve uma parada cardiorrespiratória e não resistiu. Ela era aluna da Escola Municipal Raul de Leoni.

O delegado assistente do 38º Distrito Policial, Akhenaton Nobre, diz que, além da condutora do veículo, havia uma monitora acompanhando as crianças na van. Ele disse que o caso foi uma sequência de erros.

“É preciso orientar pais e condutores a prestarem atenção e exigir rigidez dos profissionais. Não se pode fazer nada no piloto automático, principalmente quando se trabalha com crianças”. A condutora será indiciada por homicídio culposo.

Mais conteúdo sobre:
Atropelamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.