Criança é ferida na testa após pai reagir a assalto em SP

Família foi surpreendida ao chegar em casa; garoto precisará passar por plástica para retirar estilhaços da bala

Ricardo Valota, do estadão.com.br,

25 de julho de 2008 | 03h12

Um menino de 4 anos foi baleado de raspão na testa, na noite de quinta-feira, 24, durante uma luta corporal entre o pai dele, Armando Soares Botelho Jr., e um assaltante em frente à residência das vítimas, em Vila Elísio, região do Sacomã, na zona sul da capital paulista. Armando e sua esposa Elaine Cristina Martins Botelho com a criança no colo chegavam do supermercado quando foram atacados, segundos após a família entrar na garagem com o carro, um Fiat Pálio. Armado com um revólver, o desconhecido entrou na garagem e anunciou o assalto, ordenando que Soares abrisse novamente o portão para a entrada do segundo bandido, mas a vítima disse que não tinha como por causa da trava. Irritado, o criminoso ameaçou invadir o interior da casa e agrediu Soares com uma coronhada, momento em que ele decidiu reagir. Segurando a arma com uma das mãos, ele entrou em luta corporal com o ladrão, que efetuou um disparo. A bala raspou a testa de Fábio, quando a mãe correu para a rua e procurou abrigo na casa de um vizinho. Enquanto isso, o outro bandido invadiu a garagem e entrou na briga. Depois de agredir Armando com socos e tijoladas, os criminosos conseguiram se livrar e fugiram a pé. Policiais militares foram chamados, mas não conseguiram localizá-los. A criança foi medicada no Hospital São Camilo, do Ipiranga, e passa bem. Ela precisará ser submetida a cirurgia plástica, para retirada de estilhaços da bala. A ocorrência foi registrada no plantão do 26º Distrito Policial, do Sacomã.

Tudo o que sabemos sobre:
assaltocriança ferida

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.