Criança denuncia namorado da mãe por estupro, mas suspeito é liberado por falta de laudo

Criança denuncia namorado da mãe por estupro, mas suspeito é liberado por falta de laudo

Não há prazo para emissão de documento, que garantiria a prisão preventiva; menina de 11 anos foi abusada e ameaçada durante três meses

Luiz Alexandre Souza Ventura, especial para o Estado

10 de junho de 2017 | 16h32

SANTOS - Um homem de 41 anos foi liberado pela Justiça após ser denunciado por abusar sexualmente de uma menina de 11 anos em Iguape, no Vale do Ribeira, região sul do Estado de São Paulo. A prisão temporária, pedida pela Polícia Civil, foi negada porque ainda não foi emitido o laudo médico que comprovaria o abuso, embora a garota já tenha sido examinada. Não há previsão para a emissão do documento. 

De acordo com a Polícia Militar, foi a própria menina que denunciou os abusos na semana passada ao procurar ajuda na escola em que estuda, na qual foi ouvida por uma instrutora do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), coordenado pela PM. No relato, ela afirmou que o acusado, que é namorado da sua mãe, a molestou, agrediu e ameaçou durante três meses. Procurada, a mãe da garota disse que não desconfiava das violências.

O suspeito, que trabalha como agricultor em Iguape, foi levado para a delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência de estupro de vulnerável e ameaça. O homem negou as acusações, mas contou aos policiais que dormiu na cama da menina e que manteve, há dez anos, um relacionamento com uma adolescente de 14 anos. Contudo, como o laudo médico não foi apresentado, o juiz responsável liberou o agricultor.

O inquérito permanece aberto e as investigações prosseguem. A mãe da menina disse à polícia que teme represálias, pois mora próximo ao agricultor, com quem terminou o relacionamento.

Mais conteúdo sobre:
InteriorIguapeEstupro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.