Criança de cinco anos morre após ser atingida por móvel de madeira

Acidente aconteceu no interior de uma loja na Lapa, na zona oeste de São Paulo; caso foi registrado como homicídio culposo

Marco Antônio Carvalho, O Estado de S. Paulo

06 de maio de 2015 | 14h31

Atualizado às 19h38 para acréscimo e correção de informações*

SÃO PAULO - Um menino de 5 anos de idade morreu no final da manhã desta quarta-feira, 6, após ser atingido por um móvel de madeira no interior de um estabelecimento comercial na zona oeste de São Paulo. O objeto atingiu Leonardo Wolf Amorim no tórax. A Polícia Civil registrou o caso como homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e vai apurar a suspeita de negligência dos responsáveis pela loja.

A vítima estava no interior de uma loja da Herbalife na Rua Marina Ciufuli Zanfelice, no bairro da Lapa. Por volta das 11h, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram acionados para prestar socorro ao menino. De acordo com a polícia, Leonardo teria tentado alcançar objetos em cima de um aparador, mas quando tentou se apoiar para pegá-los o móvel, que não estava afixado na parede, acabou virando sobre ele.

O menino foi encaminhado imediatamente ao Pronto-Socorro da Santa Casa para atendimentos de emergência. A unidade informou ao Estado que, apesar de todos os procedimentos terem sido realizados, a criança morreu às 11h53 em razão do trauma torácico.

Segundo informou a Herbalife em nota, o acidente ocorreu enquanto a mãe da criança aguardava a entrega do pedido de produtos. A empresa disse ter prestado todo o suporte necessário. "A Herbalife lamenta imensamente o ocorrido e está prestando todo o suporte necessário à família, além de estar colaborando com as investigações", declarou.

Para o delegado Orivaldo Volpato, que registrou o boletim de ocorrência na 7.º DP, na Lapa,  há a suspeita de negligência dos responsáveis pela loja. "Como pode um local de atendimento público ter um móvel solto dessa forma? Vamos apurar quem pôs ali", disse. Um dos gerentes que estava no momento do acidente na loja deve ser intimado a prestar esclarecimentos na delegacia.

 *A versão anterior informava que uma placa de mármore havia ferido o menino

Mais conteúdo sobre:
São PauloLapaAcidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.