José Maria Toamazela
José Maria Toamazela

Criança de 1 ano é atacada e mordida por bugio durante festa em Ourinhos

Menino recebeu mordidas na cabeça e nos braços e teve de ficar três dias internado na Santa Casa da cidade

José Maria Tomazela, O Estado de São Paulo

29 de dezembro de 2018 | 15h42

SOROCABA – Um menino de um ano de idade foi atacado por um macaco da espécie bugio quando estava em uma festa com a família, numa chácara, em Ourinhos, interior de São Paulo. A criança recebeu mordidas na cabeça e nos braços e teve de ficar três dias internada na Santa Casa da cidade. O primata estava solto na natureza e saltou de uma árvore para investir contra o menino. O ataque aconteceu no dia do Natal (25), mas só foi divulgado nesta sexta-feira (28), quando a criança recebeu alta.

      De acordo com o pai do bebê Artur Miguel, o borracheiro Deivison Jamil da Silva, a família se preparava para deixar a chácara, no Jardim Guaporé, quando o macaco surgiu “do nada” e começou a morder e arranhar a criança. Um cunhado de Deivison atingiu o animal com um chute e ele fugiu. O menino foi levado à Santa Casa e recebeu 20 pontos para fechar os cortes produzidos pelos dentes e garras do primata. Ele também foi medicado e vacinado.

       Após o incidente, a Polícia Militar Ambiental esteve no local, mas não fez a captura do macaco porque não se tratava de caso de animal em cativeiro. Os policiais apuraram que o bugio vive em liberdade, embora seja alimentado pelo dono e funcionários de uma madeireira vizinha à chácara. A região tem remanescentes de mata e a Ambiental vai monitorar as famílias de primatas que vivem ali. Moradores da região serão orientados a não oferecer alimentos a esses animais, já que a prática atrai os macacos para próximo das residências.

       O bugio geralmente vive em bandos de até oito indivíduos, dependendo da área onde habita. Ele se alimenta de frutas e folhas, podendo chegar a 70 cm de comprimento e 8 quilos na idade adulta. O animal pode se tornar agressivo quando seu território é invadido. No dia 14 de novembro, uma criança de 1 ano e 9 meses foi atacada por um bugio dentro de casa, em Araucária, região metropolitana de Curitiba. Ferida na cabeça, a menina precisou passar por cirurgia plástica para reconstituir parte do couro cabeludo.

Mais conteúdo sobre:
Ourinhos [SP]bebêmacaco

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.