Criança baleada em tiroteio continua internada em estado grave

Foi suspensa a sedação contínua, mas o menino ainda respira com o auxílio de aparelhos

Priscila Trindade, do estadão.com.br,

30 de janeiro de 2012 | 17h22

SÃO PAULO - Vinícius Riguetti Borges, de 7 anos, baleado na cabeça durante tentativa de assalto a uma agência bancária, em Guarulhos, na Grande São Paulo, continua internado em estado grave.

Nesta segunda-feira, 20, o Hospital Santa Catarina, localizado na capital, informou que foi suspensa a sedação contínua, porém, o paciente ainda respira com a ajuda de aparelhos e faz uso de medicação para controlar a pressão sanguínea. Apesar do exame tomográfico realizado ontem mostrar discreta melhora do edema cerebral, a criança permanece em coma.

Na última sexta-feira, 27, o menino passou por uma cirurgia para retirada do projétil. O procedimento cirúrgico foi realizado "sem intercorrências".

A criança foi baleada por volta das 15h30 do dia 20,no estacionamento de uma agência bancária no bairro de Vila Galvão. Segundo a Polícia Militar, houve troca de tiros entre os criminosos e os policiais e o menino foi atingido na cabeça.

Ele foi levado para o Pronto-Socorro do Mandaqui, na zona norte de São Paulo, onde passou por cirurgia para avaliar a pressão intracraniana. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a bala entrou pela base do nariz e se alojou na lateral do cérebro. Depois, o garoto foi transferido para o Hospital Santa Catarina, na região da Paulista, onde deu entrada no dia 21.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.