Criança baleada em assalto na Grande São Paulo tem morte cerebral

Família da menina, atingida no quintal de casa, autorizou doação de órgãos

Solange Spigliatti, estadão.com.br

28 Julho 2011 | 12h05

SÃO PAULO - A criança de 11 anos que foi baleada na cabeça durante uma tentativa de assalto em Itapevi, na Grande São Paulo, na última terça-feira, teve morte cerebral confirmada na madrugada desta quinta-feira, 28, segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde. De acordo com a Secretaria, o corpo continua no Hospital Regional de Itapevi para a retirada dos órgãos, pois a família da menina autorizou a doação.

 

A menina foi baleada na cabeça durante uma tentativa de assalto na Rua Robalo, no Jardim São Carlos, por dois homens que estavam em uma moto e tentaram roubar uma segunda motocicleta. O piloto do veículo reagiu e um dos bandidos atirou na direção do motociclista. A bala atingiu a garota que estava no quintal de sua casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.